003.jpg
http://gruposegeti.com.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/947435Fiscontal.jpglink
http://gruposegeti.com.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/467488837198002.jpglink
http://gruposegeti.com.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/146270Segeti_Silva.jpglink
http://gruposegeti.com.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/990153Sem_t__tulo_1.jpglink
http://gruposegeti.com.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/900985ARQFISCO.jpglink
Fiscontal The accounting as a source of resistance to the economic crisis SS Tap Arq Fisco


Conhecimento próprio PDF Imprimir E-mail


Por: Paulo M. Ramalho

Olá a todos! Eis a ideia para vocês refletirem ao longo da semana: “conhecimento próprio”.

Como é importante que nos conheçamos cada vez melhor! Para ajudar nessa tarefa, gostaria de lembrar os famosos sete pecados capitais.

Há muitos séculos, com a consciência de que são muitas as faltas, os pecados que podemos cometer, os autores espirituais procuraram saber se havia alguns pecados que fossem a origem de todos os outros. Depois de muito pensar, chegaram à conclusão de que esses pecados são sete, e eles foram denominados “os sete pecados capitais”, pois estão na “cabeça” dos demais: soberba, avareza, luxúria, inveja, gula, ira e preguiça.

Gosto de enumerá-los dessa forma, pois, se juntarmos as iniciais dessas palavras como estão citadas, teremos o termo SALIGIP, de fácil memorização.

Assim, se quisermos nos conhecer melhor, se quisermos fazer um exame de como anda a nossa vida, deveremos fazer um exame dos sete pecados capitais. Vou ajudá-los nessa tarefa.

a) soberba (ou amor desordenado pela própria excelência)

É sinônimo também de orgulho. A pessoa soberba, orgulhosa, se acha superior às demais.Para saber como andamos em relação à soberba, vejamos alguns sinais: impaciência, teimosia, desprezo, críticas constantes, cair em frequentes discussões, não pedir desculpas, nunca aceitar que estamos errados, não perdoar, guardar mágoas, achar com frequência que o que fazemos é melhor do que o que os outros fazem, falar de si mesmo etc.

Unidos à soberba estão também a vaidade e o egoísmo. A pessoa vaidosa é aquela que se preocupa muito com sua imagem: se ficou bem, se não ficou bem, se gostaram, se não gostaram, se é admirada, reconhecida, fica muito triste se foi desprezada, quer chamar atenção etc. Numa palavra: é uma pessoa muito centrada em si mesma.

A pessoa egoísta é aquela que está muito centrada no seu mundo. Esquece dos outros porque está centrada em si mesma: na sua profissão, no seu descanso, no seu bem-estar, no seu prazer etc.

b) avareza (amor desordenado pelos bens terrenos)

A pessoa avarenta não é aquela que só aparece nos livros, como costumamos imaginar, mas a que está apegada aos bens terrenos: apegada ao carro, ao celular, às roupas, aos sapatos etc. Costuma perder muito tempo pensando nestas coisas quando deveria estar pensando em realidades mais importantes como as pessoas que estão à sua volta. Costuma fazer gastos excessivos e desnecessários.

c) luxúria (amor desordenado pelo prazer carnal)

Aqui estão todos os pecados contra a castidade: desejar a mulher do próximo, infidelidade, buscar o prazer solitário, ter conversas obscenas etc. Como em todos os pecados, pode-se pecar nesse campo por pensamentos, palavras, atos e omissões.

d) inveja (amor desordenado pela própria excelência)

A inveja é a tristeza que sentimos ao ver que não temos determinado bem que outra pessoa tem. É a tristeza ao ver que determinada pessoa está numa posição, numa condição, melhor do que a nossa.

e) gula (amor desordenado pelo prazer da comida e da bebida)

A gula é comer com os olhos. Comer mais do que o necessário. Comer com avidez.

f) ira (amor desordenado pela própria excelência)

As manifestações da ira são a raiva, a irritação, os palavrões, os gritos, o desejo de vingança, as agressões, a falta de respeito etc.

g) preguiça (amor desordenado pelo comodismo)

As manifestações da preguiça são os adiamentos, a falta de pontualidade, descansar mais do que o necessário, a desordem, deixando para depois o que não gostamos de fazer etc.

Façamos com frequência um exame sobre os pecados capitais e assim nos conheceremos melhor e estaremos sempre cientes das coisas que precisamos melhorar na nossa vida.

Fonte: Fé Com Virtudes

 

 
   

Grupo Segeti - R. Doutor Olavo Egídio, 812 - Santana - São Paulo / SP - Telefone: (11) 2971-5500 | Design e Otimização por Barutti.com.br