001.jpg
http://gruposegeti.com.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/947435Fiscontal.jpglink
http://gruposegeti.com.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/467488837198002.jpglink
http://gruposegeti.com.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/146270Segeti_Silva.jpglink
http://gruposegeti.com.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/990153Sem_t__tulo_1.jpglink
http://gruposegeti.com.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/900985ARQFISCO.jpglink
Fiscontal The accounting as a source of resistance to the economic crisis SS Tap Arq Fisco


O poder do autocontrole PDF Imprimir E-mail
Terça, 09 de Setembro de 2014 09:43

O poder do autocontrole

Após ser anunciado pelo mestre de cerimonias, o conhecido palestrante se levanta e, enquanto caminha em direção ao palco é atingido por uma “bolinha de papel”. Calmamente ele se abaixa, apanha o papel, e lê: “Imbecil!”.

 

O palestrante então continua caminhando até o palco, cumprimenta a plateia e diz:

 

– Já recebi diversas mensagens anônimas em minha vida. Antes elas continham um texto sem a assinatura. Hoje, pela primeira vez, recebi uma assinatura sem texto!

 

De maneira bem simples (e simplista), temos dois cães em constante disputa dentro de nós: um se chama razão e o outro emoção. No final, ganha a disputa aquele que nós alimentamos mais.

 

Assim sendo, inteligente emocional é alguém que desenvolve a capacidade de alimentar o cão certo, no momento certo, de maneira que ele trabalhe a seu favor e o conduza em direção aos seus objetivos.

 

Por isso, temperamento não é um destino, mas uma escolha, e consequentemente, controlar suas emoções é uma decisão. Somos seres capacitados para pensar, refletir e agir intencionalmente, para que nossas emoções nos aproximem de nossos objetivos e nos leve a lugares e resultados melhores, se assim desejarmos.

 

Apenas não confunda autocontrole com apatia. Manter o autocontrole não significa ser uma pessoa que aceita tudo com frieza e insensibilidade, mas alguém que participa, sente, se envolve e se emociona, mantendo, porém, o autocontrole necessário para que possa continuar focada em seus objetivos e escolher as melhores respostas e o melhor comportamento para cada situação.

 

Se você tem dificuldade em manter o autocontrole em determinadas situações, aqui vão algumas dicas adaptadas do meu livro “Coração de Líder”, e que podem ajuda-lo a manter sua emoção sob controle:

 

    Perceba os sinais. Basta prestar atenção e perceber quando suas emoções estão tentando dominá-lo. Seu corpo sempre envia algum sinal, como mãos que começam a suar, pernas bambas, frio na barriga, calor, voz embargada e vários outros. Fique atento e, quando perceber o sinal, já sabe que é hora de colocar algum dos próximos passos em ação.

 

    Conte até dez. Antes de falar ou reagir, se você perceber que não está em seu “estado normal”, conte até dez e, se for necessário conte até mil. O segredo é ganhar tempo, para refletir e pensar sobre a maneira mais inteligente de reagir, mantendo foco em seus objetivos.

 

    Afaste-se temporariamente da situação. Se depois de algum tempo você ainda perceber que está difícil manter o autocontrole, afaste-se temporariamente da situação. Saia um pouco, respire novos ares, converse com outras pessoas, peça opinião a uma pessoa de confiança – isso lhe dará a chance de formular uma nova visão sobre a situação. Você não está fugindo do problema; apenas “oxigenando” as possibilidades para lidar com ele.

 

    Projete-se para fora do ambiente. Se a situação acontece no ambiente de trabalho, por exemplo, projete-se para fora dele e pense nas pessoas que você ama; cônjuge, filhos, netos, amigos, namorada etc.

 

Isso o levará a perceber que, além daquelas paredes existem pessoas que o amam, e que estar com elas e cuidar delas é muito mais importante do que qualquer outra coisa na vida. Quando você “aterrissar” novamente, vai estar um pouco mais calmo e poderá refletir melhor sobre a situação.

 

    Faça atividades paralelas. Atividades paralelas também ajudam a manter a ansiedade sob controle, e melhoram o equilíbrio emocional. Pratique atividades que lhe deem prazer. Mais uma vez, é preciso que você se conheça e busque algo que lhe traga satisfação e o ajude a manter o seu autocontrole.

 

Ler um livro, ver um filme, jogar futebol, dançar, ouvir música, correr, atividade física, etc. Não importa qual seja a atividade, se ela lhe der prazer, certamente o ajudará a manter o autocontrole.

 

A Inteligência Emocional ajuda-o a se tornar um “apaixonado-equilibrado”; alguém que escolhe influenciar o ambiente, a se deixar influenciar por ele, que decide controlar suas emoções em vez de permitir que outras pessoas as controlem, e que age de maneira equilibrada com as pessoas, transmitindo segurança, transparência e confiança.

Autor: Marco Fabossi 

Fonte: Blog do Fabossi 

 

 
   

Grupo Segeti - R. Doutor Olavo Egídio, 812 - Santana - São Paulo / SP - Telefone: (11) 2971-5500 | Design e Otimização por Barutti.com.br