001.jpg
http://gruposegeti.com.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/947435Fiscontal.jpglink
http://gruposegeti.com.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/467488837198002.jpglink
http://gruposegeti.com.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/146270Segeti_Silva.jpglink
http://gruposegeti.com.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/990153Sem_t__tulo_1.jpglink
http://gruposegeti.com.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/900985ARQFISCO.jpglink
Fiscontal The accounting as a source of resistance to the economic crisis SS Tap Arq Fisco


4 lições profissionais para aprender durante uma crise na carreira. PDF Imprimir E-mail
Sexta, 22 de Janeiro de 2016 06:00

4 lições profissionais para aprender durante uma crise na carreira.

Enfrentando um momento difícil no trabalho? Saiba como transformá-lo em algo positivo.

Ao longo da carreira, é comum passar por momentos de erros e de acertos. Certamente, nem tudo será perfeito e, em muitos casos, o profissional deve passar por desafios constantes para atingir os seus principais objetivos. O importante é evoluir durante a trajetória profissional, aprendendo e se desenvolvendo a partir das próprias falhas, transformando um momento difícil em algo positivo.

Foi pensando nisso que separamos as lições que você pode aprender a partir de 4 momentos difíceis que costumam ocorrer durante a carreira . Confira abaixo:

1 - Não conseguir concluir um projeto: Imagine a seguinte situação, você e os seus colegas trabalham em um projeto durante um longo período e, ao final, a equipe comete uma falha, prejudicando a conclusão da tarefa. Nesse caso, ao invés de procurar uma forma de atribuir a culpa aos outros, identifique a sua própria responsabilidade nesse erro. Não tenha medo de assumir a sua parte na culpa, ao mesmo tempo em que pensa numa solução construtiva para o problema. Procure ter uma conversa sincera com o seu chefe, mostrando a ele o que você conseguiu aprender com isso. Tenha cuidado para não se desculpar excessivamente com ele e não culpe nenhum colega.

2 - Não ser chamado para reuniões: Tem percebido que, ultimamente, não tem sido chamado para reuniões nem recebido novos projetos? Pois saiba que isso pode ser um sinal sobre o seu próprio desempenho ou atitudes no trabalho. Você pode até ficar chateado por isso, visto que esse sentimento é algo natural. Entretanto, ao invés de se retrair e permanecer mais distante da equipe ou do chefe por causa dessa situação, procure analisar o seu próprio comportamento, identificando o que você pode estar fazendo de errado. Tente conversar com o seu chefe, seja sincero e peça a ele um feedback, para que ele explique o porquê de não envolvê-lo mais como ocorria antes.

3 - Ter medo de mencionar as próprias dúvidas: Alguns profissionais, sobretudo no início da carreira, costumam não perguntar a respeito de uma tarefa que não entenderam, por insegurança ou medo de simplesmente não saberem. Contudo, trata-se de algo prejudicial para o próprio crescimento, pois é fundamental compreender o propósito do seu próprio trabalho. Por isso, é importante superar a insegurança na hora perguntar ao chefe, caso não tenha entendido algo. Procure não fingir e seja o mais verdadeiro possível consigo mesmo. Só assim você poderá potencializar o seu desenvolvimento profissional.

4 - Não estar satisfeito: Você já se perguntou se o ambiente onde trabalha realmente combina com o seu perfil e o satisfaz como profissional e como pessoa? Caso a resposta seja “não”, pode ser um sinal de que já está na hora de procurar uma nova oportunidade. Alguns profissionais acabam permanecendo na zona de conforto e mantêm o mesmo emprego por anos, até sentirem-se completamente insatisfeitos. Para evitar que isso ocorra, o melhor é começar a agir. Converse com outros colegas que já passaram pela mesma situação, pedindo conselhos e sugestões a eles. Isso pode ajudar.

 

Fonte: Universia Brasil?

 

 
   

Grupo Segeti - R. Doutor Olavo Egídio, 812 - Santana - São Paulo / SP - Telefone: (11) 2971-5500 | Design e Otimização por Barutti.com.br