001.jpg
http://gruposegeti.com.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/947435Fiscontal.jpglink
http://gruposegeti.com.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/467488837198002.jpglink
http://gruposegeti.com.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/146270Segeti_Silva.jpglink
http://gruposegeti.com.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/990153Sem_t__tulo_1.jpglink
http://gruposegeti.com.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/900985ARQFISCO.jpglink
Fiscontal The accounting as a source of resistance to the economic crisis SS Tap Arq Fisco


Profissional deve se preocupar com sua reputação digital, afirma especialista PDF Imprimir E-mail
Quarta, 07 de Dezembro de 2016 10:18

A linha tênue entre o mundo real e o virtual acende um sinal de alerta aos profissionais. Especialista afirma não ser possível ser uma pessoa online e outra offline. 

iStock

Especialista afirma não ser possível ser uma pessoa no ambiente virtual e outro na vida real

Qual a relação das redes sociais com o mundo corporativo? Muitos devem fazer essa perguntar e achar que Facebook, Twitter, Whatsapp, Instagram e afins são locais para expressar opiniões e fotos pessoais. Mas, atualmente, as empresas têm se preocupado com a conduta de seus funcionários e a reputação digital é fator determinante em processos seletivos. 

+ Quanto dinheiro o Facebook ganha com você (e como isso acontece).

Pode parecer estranho pensar que a sua vida pessoal e suas opiniões reflitam diretamente em seu profissionalismo, mas segundo a especialista em Social Business da DMS da Digital Marketing Solutions, Denise Maia, é impossível criar uma personalidade para o meio social e outra para o meio profissional.  Muitos costumam ser uma pessoa no Facebook, por considerar o canal mais descolado e outra no Linkedin, que é uma plataforma de cunho profissional, mas na opinião da especialista a postura em uma rede social reflete diretamente na outra e cria uma reputação digital. “Embora sejam plataformas com objetivos distintos, a pessoa não pode publicar algo no Facebook e apresentar uma postura oposta quando atua no Linkedin”.


Mundo virtual e mundo real

Outro ponto levantado pela especialista em mídias sociais é que o que se faz no mundo virtual, sendo ele positivo ou não, é levado para a vida real.  "Suas ações on-line refletirão nitidamente de forma positiva ou negativa no mundo "off-line", dependendo apenas de como você se comportará. Essas ferramentas são extensões da sua personalidade, das suas responsabilidades, dos seus princípios, e por isso, servem como um poderoso filtro para escolha no mundo real", completa Denise.

+ Facebook cria recursos para ajudar a atrair novos clientes para empresas

A especialista ressaltou ainda que, preservar uma marca pessoal e filtrar uma boa rede de contatos é extremamente valioso, explica ela. Qual o conceito que as pessoas têm de você e o que diz seu cartão de visitas nas redes sociais são as duas perguntas que devem ser feitas para começar a trabalha-la. "Transparência, construção de repertório e bom senso formam o tripé essencial para ser relevante nas redes sociais e construir uma reputação positiva. O resultado dessa visibilidade favorável vai aparecer em propostas de trabalho e network qualificado".

A especialista destaca algumas dicas pontuais sobre o que se deve e o que não se deve fazer para fortalecer a reputação digital no meio profissional:

Faça sem medo

- Ter um perfil no Linkedin atualizado: mostre quem é a empresa, o que representa e o que faz, divulgando informações relevantes sobre a empresa dentro do perfil (site, portfólio, depoimentos de clientes, etc);

?- Seja embaixador da sua marca - Acompanhar as publicações de sua empresa e parceiros de negócios e compartilhar este conteúdo com suas conexões.;

?– Compartilhe conteúdo semelhante: Siga a página da empresa nas redes sociais e compartilhar as publicações com sua rede de contatos;

 ?– Encontre conteúdo relevante sobre o mercado em que sua empresa atua para ficar informado e compartilhe com suas  conexões;

? – Procure interagir com os profissionais da área de marketing da empresa, buscando qual seriam as mídias importantes onde ela está presente e se interessando pela estratégia.

Redes sociais podem alavancar ou destruir a carreira de um profissional

Evite sempre

 - Curtir, comentar e compartilhar informações irrelevantes ou inadequadas;

- Incluir informações no perfil que não condizem com a realidade. Exemplo, um supervisor que se diz gerente;

 - Deixar de informar resultados obtidos, prêmios ou reconhecimentos;

- Fazer comentários inadequados esquecendo-se que aquele comentário está público pode criar uma má reputação digital. 

 

Por Brasil Econômico 01/12/2016 11:35

 Portal IG

 

 
   

Grupo Segeti - R. Doutor Olavo Egídio, 812 - Santana - São Paulo / SP - Telefone: (11) 2971-5500 | Design e Otimização por Barutti.com.br